26/11/2016

Se surpreenda

Você já pensou nas coisas que faz por um mundo melhor hoje?
Todos os dias me avalio, repenso as conversas, situações e decisões que tomei. Nem sempre justas, nem sempre certas, e com certeza nem sempre as melhores.

Hoje me peguei fazendo uma coisa comum do meu cotidiano e ramo.. avaliando as ações dos concorrentes e como eles se comportam diante de um perfil de clientela como eu.

Nunca tinha percebido, e eu também já realizei ações do tipo, mas acabei de me tocar que participei de divisões de gênero e outros tipos de "preconceito" durante boa parte da minha carreira.
"Presentes para ela", "Decoração masculina", "Quarto para jovens", e outros bombardeios de informação subliminar de conceitos preestabelecidos.
Parece besteira, mas não imaginamos que uma senhora de 60 anos adoraria ganhar um nicho com formato de nuvem, ou um garoto receber velas aromatizadas de natal. Pior do que o título que defende essas categorias, são as imagens que as representam... Estampas floridas e cor de rosa para mulheres, mães, filhas, tias, amigas, namoradas.. não digo que não existam mulheres que gostem disso, mas como generalizar? Eu mesma, não me sinto representada.

Meu pedido para 2017? Comunicadores e planners com mais imaginação, critério, fundamento, profissionalismo e "olho aberto".

Não fazemos de propósito, "a ignorância é uma benção". Por isso, estejamos dispostos a nós avaliar, mudar, aprender e nos surpreender.

😉

Nenhum comentário:

Postar um comentário